31 de março de 2013

CAMPEÃO. COM GOL DE ATACANTE

Agora sim: campeão do primeiro turno e da Copa Rio Grande do Norte, finalista do campeonato, vaga garantida da Copa do Nordeste 2014 (para fazer melhor que em 2013), vaga garantida na Copa do Brasil 2014 (idem, idem) e com gol do atacante Tiago Adam? (Que seja o primeiro de uma longa série). É de dar inveja em muita gente, hein? Mas já na quarta-feira jogaremos a primeira partida do segundo turno, contra o... Corinthians! De novo? Isso mesmo. Sem ressaca, sem relaxamento, é partir para cima para ganhar também o segundo turno.

E os urubus?

América é campeão do primeiro turno, Roberto Fernandes mais uma vez surpreendeu, mostrou o que significa ter o grupo na mão e vence o brioso de Caicó. Enquanto isto os urubus... O que, o que, o que, o que? Estão por aí, né?

OS INTOCÁVEIS

Um torcedor do time A entra no estádio SEM SER REVISTADO, portando um rádio que pesa mais ou menos 1Kg. Consegue autorização para ficar no lado de dentro do alambrado. Em determinado momento, uma confusão em campo faz com que o torcedor tome partido e as dores do seu time e agrida o árbitro. Pergunta-se: com a morosidade que sabemos existir, deve-se deixar que a Justiça daqui a seis meses ou mais, depois de inquérito, acusação, contraditório e ampla defesa, recursos e sentenças, decida que este torcedor é no mínimo "perigoso" para os atletas e demais profissionais que estão em campo? Claro que não! Esse torcedor apaixonado deveria ser logo punido e impedido de entrar no estádio por um tempo, para o bem do esporte. Pois muito bem. Agora substitua a palavra "torcedor" por "repórter", "do time A" por "de uma rádio de Mossoró" e "um rádio" por "uma câmera fotográfica". O tratamento deveria ser diferente? Não! Mas não é isso que li hoje em determinado blog esportivo daqui. Vamos acabar com essa história que determinadas profissões são intocáveis e merecem tratamento privilegiado, diferente dos outros pobres mortais. Isso sim, é absurdo.

30 de março de 2013

O América precisa de todos nós

Ninguém discute as dificuldades de se fazer futebol aqui no RN; ninguém duvida da luta diária do presidente e diretoria para manter um América, diferente de alguns, com a folha salarial rigorosamente em dia; ninguém desconhece a necessidade de nesta hora a torcida serrar fileira com Padang. Precisamos encher o Nazarenão neste domingo  e proporcionar uma boa renda e uma maravilhosa festa (se Deus quiser) na conquista do primeiro turno deste deficitário campeonato estadual. Então tá. Uma vez não havendo discussão, dúvida ou desconhecimento, vamos fazer nossa parte. O América precisa de todos nós.

NADA GANHO AINDA II

Enquanto crises, leilões, ações trabalhistas, pedidos de adiantamentos e outras coisas mais - tudo com "muito trabalho e boas intenções", diga-se - explodem por aí, nós que não temos nada com isso temos que cuidar da nossa casa. Nos três sentidos: campeonato estadual, Barretão e Arena do Dragão. Até agora não ganhamos nenhum turno, não somos campeões da Copa Rio Grande do Norte, não estamos na final do campeonato, não garantimos vaga na Copa do Nordeste e nem na Copa do Brasil 2014. Já perdemos do Corinthians em casa este ano e já estamos carecas de saber das nossas deficiências de ataque e de saldo de gols. SERIEDADE, RESPEITO, SUPERAÇÃO e MUITO SUOR é o que o time tem que mostrar nesse domingo. A torcida, por sua vez, vai ter que comparecer para empurrar o time. Isso é OBRIGAÇÃO. Aí, sim, teremos grandes chances de comemorar.

Cavaleiros da Távola

Embora no lado de lá, não posso negar que me comovi em ver a foto que circulou nos blogs esportivos da terra potiguar, aquela - um por todo$ e todo$ por um -  onde homens de bem se unem para solucionar as finanças do seu clube amado. Quase fui às lágrimas em pensar na alegrias de alguns reclamantes da Justiça Trabalhista ao verem que agora suas pendências logo serão sanadas pelos Cavaleiros da Távola... Agora vai, né?

29 de março de 2013

HAJA VAQUINHA


Com os salários quatro meses atrasados e com perdas semanais de ações trabalhistas, as finanças da funerária seguem onde sempre estiveram: no buraco – ou na lama.
Recordo que de outras vezes, os mais sofridos fizeram as famosas e constrangedoras “vaquinhas”. Com a reunião de ontem lá em pium, deve vir mais uma. Mesmo assim é lógico que a diretoria da funerária sabe que por maior que seja o esforço as coisas ainda vão piorar muito. Por quê? Ora, ora, ora... W9 VEM AÍ!

Se o mundo quer ser enganado...

Navegando pelos blogs de Natal, me deparo com uma cena comovente... O time está no buraco, as dívidas com os fornecedores se acumulam,  os processos na justiça trabalhista amontoam, o alto clero se reúne, a fumaça branca aparece, vai um representante deles para rádio lá de baixo e diz que crise não há, que tudo não passa de um problema de comunicação, que está tudo bem, que tudo vai melhorar, que o melhor está por vir e tudo voltará ao normal. Paciência... Se o mundo quer ser enganado, faça bom proveito, viu.

28 de março de 2013

MAIS FRASES


E o outro ainda disse que a reunião da sacolinha seria para "buscar ações para encerrar...", blá, blá, blá. Confesso que ficou meio difícil entender para meus poucos neurônios. Mas, numa hora dessas o cara vir falar de AÇÕES, ÇÕES..., ÕES..., ÕES..., está no mínimo "judiano" dos homi de preto, né?

Mais uma: a reunião foi do "alto clero". Pronto! Resolvido! Foram procurar também ajuda, genericamente falando, espiritual de um tal de Francisco que está lá em Roma. O problema é que aquele Francisco fez voto de pobreza.

E o Hamilton estava fora resolvendo "questões pessoais". Hmmmm.... Do jeito que a coisa (des)anda, vai ter muito mais gente querendo resolver assuntos pessoais nos próximos dias.

As frases

"O abc é maior do que tudo e do que todos" - Pedro Neto, comentarista lá de baixo, em sua postagem de hoje.
"Esqueceu do América, foi?" - Neném Big Head, filósofo aqui de cima, em sua ronda permanente.

Sexta-feira Santa - na época de papai

Sou do tempo que se "guardava" a Sexta-feira Santa, era Sexta-feira da Paixão, naquele dia não se comia carne e papai não permitia que suas vacas fossem ordenhadas a não ser que para alimentar algum enfermo. Época de jejum, missa, esmola e, acima de tudo, comunhão com a Igreja e a família... Parece que Alencar, engenheiro presidente da CIC, é desta época também. Nesta sexta-feira não serão colocadas nenhuma coluna da Arena América no solo do Abílio Medeiros, nesta sexta-feira passaremos em branco, nesta sexta haverá descanso, será da Paixão. E o cronograma da obra, como é que fica? Polido e redondo! HOJE, quinta-feira, mais oito pilares estarão sendo assentados, possivelmente todas ainda pela manhã, viu? Pense num "cabra" da época de papai este Alencar...

27 de março de 2013

Aberração para alguns

América 2x0 no brioso time de Caicó, com uma excelente apresentação de... Todos, né? Vimos mais uma vez Netinho na ala esquerda e aí foi, foi e, apesar de não está na cartilha do especialista, venceu o jogo. Aberrações para alguns, alegria e satisfação para toda torcida americana...

ENQUETE

AMÉRICA 2 X 0 Corinthians
Assinale os prováveis autores dos gols do América:

( ) Thiago Adan
( ) Dimas
( ) Cleo
( ) Alemão
( ) Taiberson
( ) Gláucio
( ) Jorge Santos
( ) Itamar
( ) DE UM MEIA

Comentarista versos Big Head

"E ainda tenho que ver Netinho na ala esquerda, deslocado, no lugar de bruno. Para mim, desculpem, mas é demais. Aí, vai, vence o jogo, é campeão e essas aberrações vão passando, sendo aceitas... é o futebol do Brasil." - Comentarista no ataque.
"E ainda tenho que ler isso. Para mim, desculpem, mas é demais. Aí, vai, Roberto Fernandes faz tudo segundo a cartilha, perde o jogo, perde o campeonato e ganha um voto de louvor da especializada... é o futebol do Brasil." - Filósofo cabeção na defesa.

Uma possibilidade razoável

Esta é a única certeza que temos hoje em Caicó. Cautela, respeito e determinação é o que esperamos do nosso time para que possamos trazer a vitória e armarmos a conquista do primeiro turno. Nós acreditamos nesta possibilidade, pra cima deles Mecão!

Na vara novamente?

Sei não, mas já começo a ficar com pena dos meus amigos que torcem pelo time de preto. Num é que o time deles entrou na vara mais uma vez e perdeu só pra variar? R$108.594.51 foi quanto o reclamante Murilo Bedusco dos Santos, segundo o cálculo de liquidação da sentença, ganhou na ação movida na 9ª VARA DO TRABALHO DE NATAL contra o reclamado das letrinhas. Não quero nem pensar se isto estivesse acontecendo na Rodrigues Alves... Ainda bem que é num time estruturado, né?

26 de março de 2013

ESCALAÇÃO OFENSIVA PROVÁVEL


Nosso esquema 1-10

Dida.
Taiberson, Tiago Adan, Alemão e Dimas.
Cléo (recuperado), Itamar e Índio Oliveira.
Cascata, Gláucio e Jorge Santos (estreando).

Agora vai!

Nó cego ou tático?

É o que Roberto Fernandes está dando na "especializada" a cada e sucessiva escalação. Morri de ri quando o execraram ao ver Netinho escalado sem ritmo de jogo contra o abc e, em ato contínuo, tiveram que engolir a seco seu gol que nos deu a vitória. Lembram-se daquele que o goleiro Lopes só ouviu o "plopes" nas suas redes? Domingo passado, da mesma forma, criticaram o técnico por escalar Netinho na ala esquerda... O homem jogou bem, fez lançamentos primorosos e ajudou substancialmente Cascata na criação das jogadas. Resignados, na entrevista pós-jogo, perguntaram se a mesma escalação seria repetida no confronto com o brioso time de Caicó... Tiveram, a contra-gosto, que ouvir uma aula sobre como se deve armar o time de acordo com o adversário, um verdadeiro nó cego, (ou seria tático?) que até hoje não conseguiram entender ou desatar. Bem feito, né? 

Palavras de Andrey - Coisas que todos sabem, mas só Fernando Amaral divulga

"Trabalhei desde novembro de graça, de lá para cá foram 4 meses de salário, décimo terceiro, férias e 7 aluguéis (que tirei do meu bolso), paguei pra jogar no ABC e tem gente ainda falando mau, falando do meu caráter... Só pode ser brincadeira, né? Ou eu estou ficando louco, lunático ou o torcedor gosta tanto de um clube que se torna imbecil, ignorante e cego."  (sic) 
P.S. Transcrito com pequenas correções ortográficas.

ENQUANTO TEM UNS QUE CONCENTRAM PARA A DECISÃO...


Tem outros que merecidamente "folgam" na tabela;
Tem ex-goleiro tirando a sujeira de debaixo do tapete; (E que sujeira, hein?)
Tem time pedindo adiantamento do Brasileiro Série D de 2018 para resolver algumas pendenciazinhas;
Tem discurso de que agora está tudo bem;
Tem lado da imprensa que já não sabe mais o que fazer com os buracos da peneira que estão usando para tapar o Sol;

25 de março de 2013

A pérola, Herbert Spencer e Neném Big Head



"Andrey vai à justiça contra o abc... Até porque o futebol do RN virou um grande balcão de negócios para alguns. Agora, fui sou e sempre serei contrário à verdadeira extorsão que é feita em algumas ocasiões" - Pérola "achada" em um blog local.
"A opinião é determinada, em última análises, pelos sentimentos e não pelo intelecto" - Herbert Spencer, filósofo inglês e um dos representantes do positivismo.
"Posso resistir a tudo, menos à tentação de rir. Agora, rir melhor quem rir por último, até porque rir é o melhor remédio. Entretanto remédio bom é remédio amargo" - Neném Big Head, filósofo da Villa Padre João Maria e um dos representantes do anarquismo.

NADA GANHO AINDA

Valeu, Mecão!
Primeiro lugar: isso é o que importa. Mas hoje já é quarta-feira, corrigindo, SEGUNDA-FEIRA, e depois de amanhã já temos uma batalha pela frente. Lutaremos contra o Corinthians de Caicó, do qual não temos muito boas lembranças. Sem querer ser azedo, não dá para deixar de notar que até mesmo times que ficaram para trás fizeram seis gols no Corinthians (para quem perdemos) e cinco gols no Assu (com quem empatamos). Vitórias magras dão os pontos, mas são extremamente arriscadas. Até agora deu certo, porém, em um lance bobo tudo pode ir por água abaixo. Por isso, pés no chão, foco e muito trabalho. A ordem é MELHORAR! A pontaria de nossos atacantes, principalmente.

24 de março de 2013

Ficou pelo caminho, foi?

Em pleno domingo de ramos para a Igreja Católica, quem apareceu neste dia mesmo foi o Índio, o Oliveira, com os dois gols da vitória, sobre o Alecrim. Agora que venha o brioso time de Caicó, pois o elefantinho, coitado, nem no retrovisor é mais visto... Ficou pelo caminho, foi?

Ia esquecendo...

Fico tão feliz quando as coisas acontecem na casa do Dragão que até me esqueci de falar no jogo de hoje... Vamos todos ao ninho do periquito, precisamos vencer e fazer saldo de gols, não podemos ou queremos depender dos outros... A classificação só depende de nós!

23 de março de 2013

A terceira fileira

Conforme havíamos prometido na postagem do dia 22.01.2013, neste sábado foram assentados mais pilares da casa do Dragão, a Arena América. Em vez dos seis acordados, a CIC, só pra chatear, cravou sete e deu prosseguimento à terceira fileira de colunas que sustentará a arquibancada onde a nação americana dançará e entoará seus cânticos e gritos de guerra. Olhem, apreciem, comemorem, orgulhem-se! Estas colunas são feitas com amor, sangue  e suor americano, nelas pode-se sentir o indelével aroma de Dragão... Chato, né?
                                   

DEPENDENDO DE COMO VENCER, ISSO BASTA!

Ao contrário do que pregam alguns blogueiros do contra (até aí, nenhuma surpresa), vencer o Alecrim amanhã basta para nos classificar na decisão do turno. O que nos separa do Assu é o item gols pro, que nós temos um a menos. Como corre por aí que o time desconcentrado das letrinhas pode não ganhar do Assu no domingo, resta-nos fazer todos os gols que não fizemos nas últimas partidas, não é mesmo RF? Aí, estaremos classificados para a final do turno. Só depende de nós. Ao Mecão, melhor time do Rio Grande do Norte, não cabe ficar fora da decisão do primeiro turno do campeonato potiguar. Até porque (lá vem o espírito do blogueiro de novo) o título nos dará vaga na Copa do Nordeste e na Copa do Brasil de 2014. Um time que está na série B, tem obrigação de carimbar já seu passaporte para a decisão do estadual 2013.

22 de março de 2013

Imaginem

"Tudo está bem, tudo vai bem, tudo vai o melhor possível", assim falou o escritor e filósofo francês Voltaire em Cândido, ou O otimismo, mas bem que poderia ser dito por qualquer dos membros da comissão de construção da nova casa do Dragão, a Arena América. Sábado mais seis e segunda mais dois pilares estarão sendo cravados lá no Abílio Medeiros. Mais oito, viu? Quarta-feira foi paga a última parte da quarta parcela à CIC; ontem acertamos um retoque final de terraplanagem; nesta semana próxima estaremos decidindo de vez a campanha de marketing para  agilizar a realização do sonho dos americanos. Ufa! Imaginem o orgulho de todos nós, imagine ouvir da mídia de fora (sim, porque a daqui, inexplicavelmente, nada fala) que seremos talvez o único estádio do mundo construído com recursos próprios da torcida, imaginem a decepção de alguns, imaginem a alegria do Neném Big Head, imaginem, imaginem, imaginem...

AGORA... (LEMBRANDO UM CERTO BLOGUEIRO)

O América está com deficiência no ataque, certo?
Agora, se tivesse mantido Isac, Lúcio, Soares, etc., estaria fazendo os gols que estão faltando.
Agora, tem time por aí que não dispensou ninguém e hoje passa a sacolinha e pede adiantamento.
Agora, se o América não tivesse dispensado estaria na mesma situação financeira do desconcentrado.
Agora, mesmo em dificuldade, o time dos desconcentrados, pode até se classificar para a final do turno.
Agora, basta o América fazer saldo domingo para se classificar.
Agora, RF vai ter que gastar muita saliva para fazer os caras acertarem a pontaria.
Agora, não é bom ficar achando que todo ano é como o ano passado, que demos uma arrancada no final.
Agora, que a torcida tem que ajudar, tem.
Agora, que a torcida não tem paciência infinita, não tem.

21 de março de 2013

Dizíamos ontem

O brioso time do interior... Pois é, contra o brioso Assu só empatamos. Agora, como diria o escritor norte-americano Henry David Thoreau, vivemos a existência de um tranquilo desespero... Paciência? Sei não, viu?

ATAQUE... DE RISO.


Torcedor: Como foi o jogo?
Neném Big Head: DESCONCENTROU!
Torcedor: Qual a causa?
Neném Big Head: APAGÃO!
Torcedor: De quem foi o gol?
Neném Big Head: DO MEIA.
Torcedor: De pênalti?
Neném Big Head: É PROIBIDO.
Torcedor: E o ataque?
Neném Big Head: DE RISO!
Torcedor: Apagou também?
Nené Big Head: NUNCA ACENDEU!
Torcedor: E agora?
Neném Big Head: UM EMPATE VALE MAIS QUE MIL PALAVRAS.

20 de março de 2013

NÃO DÁ PARA DESCONCENTRAR!

Não é à toa que o Assu está em primeiro lugar nesta fase do campeonato Potiguar. Não pode DESCONCENTRAR (ehehehehehe...). O América ainda está em formação com muita coisa para ser ajustada. Confiamos nos atletas e no mito RF.
Seriedade, garra, força. Prá cima deles Mecão! Até os 49 do segundo tempo, mesmo que o placar já esteja definido, pois saldo de gols é importante.
À torcida, não tem outra opção: É distante? É. É de noite? É. É quarta-feira, véspera de dia útil de trabalho? É. Mas, é um BICAMPEONATO que está em jogo. A torcida tem papel fundamental e também RESPONSABILIDADE sobre os resultados.
Mais tarde, após o expediente, estarei em Goianinha. E você? Vai ficar só na telinha?

Desconcentrados e mal pagos

Hoje é decisão. Depois da monotonia de mais uma peia na burrinha, agora sim teremos a emoção de um clássico propriamente dito no Nazarenão. Diferentemente do jogo de domingo com os nossos fregueses desconcentrados e mal pagos do Porto de Pium, nesta noite enfrentaremos um brioso time do interior, o Assu; um time que está à nossa frente na tabela de classificação; um time que merece respeito do nosso treinador, atletas e torcida. Precisamos comparecer, lotar e incentivar, precisamos de mais esta vitória, não temos o direito de ficar em casa nesta hora. Todos a Goianinha!

19 de março de 2013

Um asno

Diante tanta polêmica da "especializada" a respeito da arbitragem do clássico, ao meu ver com o único intuito de desviar o foco da crise de lá, lembrei-me de uma frase do poeta russo Derjavine (1743-1816)... "Um asno sempre será um asno, mesmo se o cobrires de ouro", né?

18 de março de 2013

PIADAS FUTEBOLÍSTICAS


Visitando alguns blogs especializados (em futebol e comédia), deparamos com as seguintes novas piadas:

- O gol do Mecão ontem surgiu de uma jogada irregular. (O de ontem e todos os demais nos últimos 5 anos)
AHAHAHA...

- O pênalti em Bruno não existiu. (Acho que nem Bruno existe!)
IHIHIHIHHIHIHIHIHIHIHIHIHIHIHIHIHHI...

- Thiaguinho foi melhor que Norberto. (Isso é o que chamo de cegueira mental)
HEHEHEHE... EHEHEHEH...

- Jeff Silva pediu para sair do time de lá por estar na "reserva". (Será que ele tá falando da reserva bancária?)
AHAHA... IHIHIHI... UHUHUH... AHAHAHAH... UHUHUHUHU... EHEHEHEH...

- Júnior Xuxa e Thiaguinho estão... contudidos! (Onde? No bolso?)
HIHIHIHUHUHUHUHAHAHAHAEHEHEHEHIHIHIHIHUHUHUHUHUHAHAHAHAEHEHEHEHE...

Virgílio, Big Head e o naufrágio do porto

Segundo Virgílio, o poeta latino (70-19 a.C.), a única salvação para os vencidos é não esperarem nenhuma salvação. Já nos dias atuais, segundo o não menos poeta Neném Big Head, o cabeção,  para os vencidos além da genérica sacolinha que estão passando por lá, a salvação está em entregar suas pendências salariais para a justiça trabalhista e abandonar o barco. Senão... Vão navegar, navegar e naufragar no porto, né Paulo?

17 de março de 2013

MECÃO UM, DESCONCENTRADOS ZERO

- A sacolinha não foi suficiente.
- Pênalti roubado de hoje certamente não vai render matérias especiais, análises de experts, programas extras, entrevistas com especialistas...
- Freguesia já está ficando sem graça e FNF já estuda uma forma de não chamar mais esse jogo de clássico.
- Paquitas de Pium já nem se chateiam mais com derrota para o Mecão.
- Na falta cobrada por Netinho, o goleiro de lá só escutou o "FlopeS" da bola na rede.
- Técnico Paulo Porto queria substituir mais uns 3 na partida (Num dava, né, Porto?).
- Turma lá de baixo quase que inova e elege os três atacantes do time do abCrise para mortinho. Um verdadeiro cemitério.
- Cascata x $hu$ha: advinheeeeee quem foi melhor?
- Parabéns Campinense. Você foi 10!

A apresentação

-Boa tarde, sou Paulo Porto, o novo treinador de lá...
-Boa tarde, sou Roberto Fernandes, mas pode me chamar de mito, viu?
Ponto, já estão apresentados, né? Mecão 1x0 no time das letrinhas que, se o bicho já estava feio com os salários atrasados, imagine agora como estarão depois de mais uma peia...

Estaremos lá

O América precisa de sua torcida; os jogadores precisam no nosso incentivo, de nossa força, de nossos cânticos; o departamento financeiro conta com a renda para manter o equilíbrio financeiro que norteia a administração de Alex Padang. Temos o dever de não decepcioná-los, faremos mais uma vez, com satisfação, a nossa parte. Lotaremos o Nazarenão, invadiremos Goianinha, a BR-101 estará vermelha, vermelhusca, vermelhante. Respeito ao adversário ferido, mas não morto, responsabilidade e, se Deus quiser, mais um vitória do Mecão, é o que desejamos neste domingo. Estaremos lá!

16 de março de 2013

INCENTIVANDO A TORCIDA

E eu pensava que já tinha visto tudo: completamente enganado. Hoje tem blog "INZENTO" incentivando subliminarmente (nem tanto, mestre, nem tanto) a torcida do time do abCrise a pressionar o técnico Roberto Fernandes e o banco de reservas do Mecão. Por que ele não disse o mesmo da torcida do América com relação ao banco de reservas do time que não concentra (nem recebe)?

ME DÁ UM DINHEIRO AÍ

Dizem, não confirmo, que esta música foi ouvida em alto e bom som em terras tão tão distantes, após treino coletivo de ontem. Ao Alien que gosta de música, aí vai a letra da marchinha que certamente nos tempos do Judas nunca teria guarita naquele reino, né mestre?

Ei, você aí!
Me dá um dinheiro aí!
Me dá um dinheiro aí!
Não vai dar?
Não vai dar não?
Você vai ver a grande confusão
Que eu vou fazer bebendo até cair
Me dá me dá me dá, ô!
Me dá um dinheiro aí!

AGORA É LEI !



Agora é oficial: É TERMINANTEMENTE PROIBIDO MARCAR PENALTIS PARA O AMÉRICA-RN!!!
O juiz que descumpriu essa regra – que não se sabia ainda que era oficial – e marcou um pênalti incontestável para o Mecão, já foi devidamente afastado e provavelmente será banido do futebol. Não estão descartadas medidas penais posteriores.
Até prova em contrario, ainda é permitido marcar faltas próximas da área...

No primeiro e único tiro

Precisamos angariar recursos para agilizar e concluir a primeira etapa da nossa Arena América, isto é fato. Temos o firme propósito de, nos próximos dois anos, entregar um  estádio pronto e apto para receber dez mil (dezinho, viu?) torcedores confortavelmente sentados - esta a meta. Contamos com o total apoio da torcida americana que em tempo algum arrefeceu o ímpeto de colaborar, de incentivar, de sugerir, de se doar, de fazer acontecer - falar mais nisto torna-se redundante. Está claro que precisamos outras fontes de receitas que se somem às atuais, que carecemos de profissionais que nos mostre novos caminhos, que encurtem distâncias, que captem empresas parceiras que, somando, também lucrem com o sonho de todos nós. Estamos já trabalhando neste sentido, contatos, conversas, propostas estão sendo avaliadas, tudo com o esmero de sempre. A hora e a vez do marketing chegou (antes tarde do que nunca, né?), o problema é que, havendo pouca "bala na agulha", na "mosca" teremos que acertar num primeiro e único tiro. Estamos mirando, viu?

15 de março de 2013

Mais oito

Já está virando rotina, neste sábado mais oito pilares estarão sendo cravados no Abílio Medeiros. Já toma forma o vão inteiro da futura arquibancada da Arena América. De ponta a ponta, em toda extensão do que será o campo que jogo, o esqueleto do nosso sonho já aparece imponente. Pilares alinhados, de prontidão, a desafiar incrédulos. Pense numa coisa linda, pense no orgulho de fazer parte desta torcida que escreve com concreto a nossa história. Vale a pena conferir, viu?

14 de março de 2013

OS MENTIROSOS DA "ESPECIALIZADA"


Foi só um juiz ter a coragem de marcar um penaltizinho pro MECÃO pra os “sábios da especializada” ficarem em polvorosa.
Só que o pênalti foi claro e cristalino. Observem na imagem parada  e no vídeo que o goleiro do Potiguar joga as pernas – como num popular carrinho – e  derruba o jogador de MECÃO, inclusive com sérios riscos a sua integridade física.




Infelizmente, pra “eles”, só resta o choro, que todos sabemos, é livre.
 

HABEMUS PAPA, HABEMUS LÍDER

Enfim tudo no devido lugar: a Igreja Católica comemora seu novo papa. O santo padre é argentino, Deus é brasileiro e o América é líder do campeonato estadual do Rio Grande do Norte. Valeu Francisco! Valeu Roberto! Chato, né?

13 de março de 2013

CRESCE CAMINHANDO II

De último a PRIMEIRO em 3 jogos. Aos poucos vamos voltando ao normal. Não podemos esquecer, no entanto, que o saldo de gols é importante no campeonato. Quanto à confusão lá em Mossoró, que a Justiça Desportiva seja dura na aplicação da lei. Se o árbitro errou, que seja punido. Para o time de Mossoró, esse não tem alternativa: perda de mando de campo e multa, da mesma forma que fez recentemente com outro time daqui. Só lembrando: no Nazarenão nunca houve esse tipo de tumulto, nunca houve bomba caseira, nunca teve segurança invadindo o campo, nunca teve comissão técnica do adversário sendo trancafiada no vestiário, etc., etc., etc.

Crescit eundo (cresce caminhando)


Expressão que indica que alguma coisa - por exemplo um movimento, uma corrente de pensamento, uma construção - adquire mais força à medida que avança, representa bem o momento atual da nossa Arena América. Vejam mais este gol da CIC - construtora responsável pela construção do ninho do Dragão. O exato momento que mais um pilar é cravado no solo do Abílio Medeiros. É para crescer caminhando e sorrindo, né? Enquanto isso... No outro lado o time de lá segue entregue à barata, viu?

12 de março de 2013

Crise? Que crise?

Apenas, como diria o saudoso bigode, um remanejamento... Uns, né? Remaneja o técnico, remaneja o goleiro, um meia, outro meia, feito minhoca, se enterra. Um centravante pinta o cabelo, pinta o sete, sai mas não sai. E o "little boy" Romário, hein? Alguém viu o menino? Chamem o jurídico! Mas é o jurídico que paga promessa? Que paga salários? Vamos blindar o time! Vamos trazer um técnico com outro perfil, quem sabe um frade da Congregação dos Resignados do Amor Febril, né? Tudo isto num reino não tão tão distante daqui, mas crise, crise mesmo, ali não há, garante a "especializada"...

11 de março de 2013

Já?

Foi só Roberto Fernandes reassumir o comando técnico do América Futebol Clube que o paquiderme já aparece no retrovisor... Já, né?

De Camões a Neném Big Head

Cessem do sábio grego e do troiano
As navegações grandes que fizeram;
Cale-se de Alexandre e de Trajano
A fama das vitórias que tiveram;
Que eu canto o peito ilustre lusitano,
A quem Neptuno e Marte obedeceram.
Cesse tudo o que a musa antiga canta,
Que outro valor mais alto se alevanta.

E este valor mais alto é o América futebol Clube, aquele que nem Luís Vaz de Camões, na sua obra poética - Os Lusíadas - poderia imaginar. Sábado boas conversas; arestas aparadas; o possível para o momento enquanto o ninho do Dragão não se apronta; um acordo à quatro mãos; quatro palavras empenhadas por um América unido e mais forte. Enquanto isto... No lado de lá, segundo o não menos lusitano e poeta Neném Big Head, as armas e os barões assinalavam que a  única conta em dia era a conta de mentiroso... Sei não, viu?

10 de março de 2013

EM DIA TAMBÉM COM A VITÓRIA

Depois do tropeço inicial (também: contra o Corinthians!), vencemos de novo. Muito trabalho pela frente para R. Fernandes. Muito a melhorar ainda. Mas os novatos e remanescentes começam a mostrar serviço. Nada como uma conversa aqui, outra ali, uma convergência de pensamentos e intenções acolá, para que as turbulências comecem a se dissipar.  Crise no Améirca? Sou obrigado a concordar com alguns blogueiros: houve, mas agora isso é coisa do passado. De mais de um mês atrás.

Samba de crioulo doido


“Prometeram pagar hoje, não cumpriram. Vou embora”.  - Givanildo Oliveira, ex-técnico dos de preto.

Givanildo está ultrapassado - Marco s Lopes.

Querer que a palavra dada fosse cumprida, é sintoma de estar fora de moda? - Fernando Amaral.


Estou decepcionado com ele, Givanido, que não teve uma atitude de comandante, de profissional veterano que é”. -Rubens Dantas, presidente dos de lá.

Mas, infelizmente, o perfil de um homem sério, nos dias atuais, vem decepcionando muita gente. -  ET, o mestre alien.

Tudo em dia no Mecão - Sergio Fraiman.

Enquanto lá a casa cai, seguimos a passos largos construindo a casa do Dragão. - Neném Big Head.


HÁ UM MÊS, MEU CARO?!

Muito engraçada a piada que li hoje em blog especializado, referindo-se à "turbulência" ocorrida há um mês no América.  Há um mês?! Quanto esmero pelas coisas atuais, hein! Se foi há trinta dias, por que ainda está falando? Se foi há trinta dias, por que não comenta que agora as coisas estão entrando nos eixos? Para falar da bomba atômica que cai na cabeça do time de lá, algumas pessoas têm que postar algo falando mal do América. Simplesmente não conseguem fazer diferente. Êta nóis!

9 de março de 2013

Enquanto lá a casa cai...

Nós seguimos a passos firmes construindo a casa do Dragão, nossa Arena América. Vejam que linda sequência de fotos tiradas hoje, sábado, às 15:00 horas. Chato, né?









8 de março de 2013

OITO DE MARÇO... OITO PILARES... OITO DIAS...

Enquanto comemoramos OITO de março, o Dia Internacional da Mulher e mais OITO pilares fincados na nossa Arena, outros querem nos fazer acreditar que apenas OITO dias foram suficientes para umas derrotinhas, um pedido de demissão, uma greve de atletas, uma baita crise. Alguns blogs minimizam esta crise, outros nem tocam no assunto. Alguma novidade? Nenhuma! Eu? No domingo, mais uma vez tenho compromisso com o meu time. BR 101, Goianinha, Nazarenão. Afinal, torcedor é assim mesmo. Gosta de seu time só pelo futebol. Na vitória e na recuperação. No OITO e no OITENTA.

Enfim uma boa notícia

Mais que mil palavras...
O buraco negro lá em Pium continua a crescer, jogadores fazem greve e o técnico pula fora. Apenas um atraso de três meses de salários... Quase nada, né?

Mais oito pilares

Estive ontem à noite com os engenheiros Sobrinho (comissão de obras da Arena América), Glauco e Alencar (sócios e responsáveis pela CIC) numa reunião de cobrança, acertos e prestação de contas - pagamos mais uma parcela do acordado, com a graça de Deus e a confiança de todos os adquirentes de cadeiras e camarotes da casa do Dragão. Neste sábado mais oito pilares estarão fincados no Abílio Medeiros. Outros (muitos) em curagem na fábrica aguardando a hora para o mesmo e definitivo caminho. As vigas que amarrarão e sustentarão as arquibancadas já estão prestes a entrar no "forno". Pelo visto, agora somos nós que correremos atrás para honrar nosso compromisso. Em andamento as negociações para uma elaborada campanha de marketing, onde seguramente arrecadaremos os recursos necessários para conclusão da primeira etapa de módulos. Ufa!

7 de março de 2013

Magra, mas vitória

Raquítica, 1x0, gol de Cléo, mas vitória. Trouxemos os três pontos e isto no momento é o que importa, pois como diria Churchill... "Os problemas da vitória são mais agradáveis do que aqueles da derrota", né?

6 de março de 2013

POR POUCO

Não deu para fazer os 8 gols, mas fizemos 1. Ainda bem que o Baraúnas não fez nenhum e saímos com a vitória. Não deu para ver o jogo. Nem sei de quem foi o gol. Parece que foi daquele tal de Ipsis Litteris. Não importa: Valeu pelos três pontos. Rumo ao bi, à Copa do Brasil, ao Brasileiro, Série A, Libertadores... Tudo isso na ARENA DO DRAGÃO, óbvio. E que ninguém bote mais areia nisso.

FAZER O QUÊ?

Ei de torcer, torcer, torcer... Este é o início do hino de um dos Américas do Brasil. Pois é: apostando as fichas agora no eterno técnico inteirino Moura e em seus comandados (que ainda não sei direito os nomes), vamos torcer para que tudo seja diferente do que se desenha. Palpite de torcedor: 8 x 0. Pro América, claro! Mas que se o foco fosse somente o futebol e a Arena do Dragão, as coisas estariam bem diferentes, ah, estariam! Fazer o quê?

Ipsis litteris II

Repercutindo ainda a reunião de segunda-feira lá no América, transcrevo, com a devida vênia e com as mesmas letras, o comentário Herivelto Nobre...
"Na condição de adquirente de camarote estive na reunião de ontem e fiquei satisfeito e confiante de que a construção da Arena América não tem retrocesso e que tudo só depende de nós torcedores e colaboradores. Estou convicto de que a continuidade da obra não ficará refém do humor desse ou daquele dirigente, nem de contrato que venha a ser firmado com o Barretão ou, até mesmo, com o consórcio ARENA DAS DUNAS/FNF/GOVERNO DO ESTADO. O que se deve ter em mente é que não podemos colocar "vaidades ou interesses pessoais" acima da Instituição AMÉRICA que é um patrimônio do povo e do futebol do Rio Grande do Norte."
Perfeito Herivelto!

5 de março de 2013

Ipsis litteris

A pedidos de alguns participante da reunião de ontem, transcrevo com as mesmas letras meu discurso proferido no América Futebol Clube.


Caros amigos americanos
Manda a boa regra da oratória que discurso bom é discurso curto, alto e que todos possam entender. Sosseguem, seguirei estas regras.
Depois da tão necessária apresentação do cronograma físico-financeiro coube a mim algumas palavras de reafirmação do nosso compromisso a todos aqueles que sonharam nosso sonho. Fiquem tranquilos,  não há mais sonho. A nova realidade que já toma corpo e forma no sagrado solo do Abílio Medeiros – a nossa tão desejada Arena América - desabrocha!
Sabíamos que não seria fácil, tínhamos consciência das dificuldades inerentes a uma obra deste porte, das limitações orçamentárias, das correntes contrárias, mas também sabíamos que a nossa vontade e, acima de tudo, nosso amor pelo América Futebol Clube, e unicamente a Ele, nos daria força para superar todas essas adversidades.
Começamos sem um centavo sequer, apenas uma idéia, um projeto, a confiança em nós depositada e a certeza que poderíamos contar com todos vocês  que, da mesma forma que nós, sabiam da importância estratégica de ser possuidor de um estádio próprio.
Desnecessário lembrar a derrubada do Machadão, a ameaça real de termos que jogar em outro Estado, as humilhações que passamos a mendigar guarita na casa do maior rival, a forma jocosa que somos tratados como sem tetos, como time itinerante. Tudo isto senhores, aliado ao nosso orgulho de torcer pelo maior clube de futebol do Rio Grande do Norte, não nos abalou. Ao contrário, serviu de força propulsora para talvez a mais vitoriosa história de vendas desta cidade. Em pouco mais de 48 horas vendemos 126 camarote, seguramente o mais caro metro quadrado da cidade e sem nenhuma elaborada campanha de vendas.
Tínhamos agora a idéia e as condições para iniciar – começamos!
Etapa à etapa seguimos em frente, os pilares já apontam para o céu de Parnamirim, cravados no solo do Abílio Medeiros feito aríetes a derrubar as muralhas do pessimismo e descrença. Mais dez, segundo informação da construtora responsável, esta semana se juntarão a eles, todos aflorando do chão, palpáveis, visíveis, imponentes, todos com função definida seguindo as especificações técnicas e, principalmente, com a responsabilidade de apoiar arquibancadas e camarotes que embalarão, feito colo materno, a imensa torcida americana.
Queria nesta hora, sem a pretensão de me intrometer na área técnica, pedir a atenção de todos para seguramente o mais importante de todos estes pilares. Louvo aqui o pilar principal, a pedra angular, a viga mestra, o contraforte (peça responsável a dar estabilidade à construção), o muro de arrimo, a fundação segura, alicerce calçado numa história do saber, do direito, do caráter e amor a este clube. Falo deste pequeno gigante chamado José Vasconcelos Rocha que temos o orgulho de, com ele cerrar fileiras nesta cruzada vitoriosa chamada Arena América. Nele confiamos, com ele, se Deus quiser, inauguraremos nossa casa.
Por fim, e seguindo os ditames da boa oratória, que nem de longe possuo, encerro desta forma:
Curto: não abriremos nem um milímetro desta realização.
Alto: continuaremos firmes, inabaláveis às intempéries e humores, não estamos aqui para brincar com o sonho de tantos, muito menos caçar bruxas.
Bom entendimento: o tempo e capacidade da Arena América só depende de nós. Vamos nessa torcida americana, vamos construir nossa casa!
Obrigado.

4 de março de 2013

Uma boa reunião

Apesar da ausência do presidente, que desde sexta-feira já me havia informado sua impossibilidade de comparecer à reunião porque em Natal não estaria neste dia, tudo transcorreu na santa paz de Deus. Discursos, prestação de contas, o tal cronograma físico financeiro, dúvidas tiradas, planejamento futuro e, no fim, como todo povo civilizado, um sorriso estampado em cada rosto americano. Gratificante para todos. Seguimos inabaláveis, mais fortalecidos, com a Arena América cada dia mais presente na vida dos peles-vermelhas.