30 de abril de 2014

Para arrepiar


Enquanto a bola não rola hoje as 20:00 horas nas Dunas, enquanto aquela arena não se veste de vermelho, enquanto os cânticos dos peles vermelhas não ecoam por toda cidade, enquanto os guerreiros do MECÃO não entram em campo para lutar por mais um título, nada melhor que  VERMELHO, com Fafá de Belém, para fazer bater mais forte o coração de cada americano. Pra arrepiar, né?

29 de abril de 2014

"O ONZE"

O treinador Oliveira Canindé divulgou os convocados para a decisão no clássico desta quarta-feira contra o Globo. Goleiros: Dida e Fernando Henrique; Zagueiros: Edson Rocha, Adalberto e Cleber e Luis Felipe; Laterais: Marcelinho, Alex Barros e Artur Henrique; Volantes: Fabinho, Jean Cléber, Denner, Marcio Passos, Val, Judson; Meias: Rafinha e Arthur Maia; Atacantes: Isac, Adriano Pardal, Max, Alfredo e Rodrigo Pimpão. Abaixo "o onze" que deve jogar - de saída ou entrando no decorrer da partida - e que é o que toda a torcida americana espera ver:


1-RAÇA!


3-RAÇA!       4-RAÇA!       6-RAÇA!


2-RAÇA!    7-RAÇA!    5-RAÇA!    8-RAÇA!


10-RAÇA!        11-RAÇA!


9-PEDRA!

Caiu, foi?

A notícia vem de Pium. Após desentendimento com outro pilar alvipreto, a torre de lá caiu deixando um vácuo na trincheira dos letrinhas. Obviamente que lá não há crise, foi apenas um remanejamento, né mestre? De qualquer modo registramos a queda da torre pelo simples fato de bem informar nossos leitores. Caiu, foi?

QUEM PODE, PODE


Enquanto por aqui continuamos a preparação para a decisão do Estadual, focados, concentrados e tranquilos para o verdadeiro clássico do futebol do Rio Grande do Norte (América x Globo), por outras bandas o clima parece não ser tão ameno assim... Deve ser inveja, que acirra os ânimos e deixa o povo nervoso.

A força do Dragão

Quarta teremos título e quebra de recorde nas Dunas. Não adiantou a campanha de alguns que repercutiram com força desproporcional a derrota para o Oeste, que viram tantas falhas na nossa defesa, meio campo e ataque. Bastou iniciar a venda dos ingressos para a torcida do Mecão mostrar sua força. Teremos público recorde, as Dunas vermelhará, os nossos cânticos ecoarão por toda Natal. Se Deus quiser, o primeiro grito de É CAMPEÃO será nosso. Não precisa nem convocar, né?

28 de abril de 2014

27 de abril de 2014

Ontem foi o dia da caça

Perdemos para nós mesmos, jogamos com o freio de mão ligado, sonolentos, apáticos, irreconhecíveis. Passemos a borracha, se necessário também desceremos a borracha, mas a hora é de calma e ajustes. Não será uma derrota que nos afastará do foco imediato. Quarta-feira estaremos lá para a conquista de mais um título, ontem foi o dia da caça, né?

26 de abril de 2014

PERDER QUANDO PODE PERDER

Lógico que não era o que queríamos. Muito menos levando gol nos acréscimos. Estávamos ficando mal acostumados com tanta vitória. Mas, desconfio que não dá para ser invicto a vida toda, né? Portanto, considerando as três competições de que estamos participando, essa derrota, longe de ser inócua, com certeza é a que menos dano causa ao nosso América. Na próxima quarta-feira serão outros qinhentos, digo, outros mil e quinhentos. Contra o Náutico também não podemos vacilar dificultando nossa caminhada na Copa do Brasil. Que a derrota de hoje sirva para mostrar que, mesmo sendo o melhor time e o que melhor representa o Estado do Rio Grande do Norte, temos ainda o que corrigir e podemos melhorar.

25 de abril de 2014

Truculência

Até agora não entendi a subtração das faixas da torcida americana que pediam ingressos mais baratos lá nas Dunas. Não entro nem no mérito da questão, não entendo desta matemática de jogar na casa dos outros, de qualquer forma achei extremamente antipática a ação dos "donos do pedaço". Não sei de quem partiu a ordem do confisco; não sei a quem interessa esconder da mídia nacional a insatisfação dos torcedores; nada sei a respeito da lei que impede discordar dos preços praticados pelas alturas das dunas. Só sei que este blog não pode se calar ou omitir sua solidariedade ao subtraídos. Truculência, né?

23 de abril de 2014

SALVE JORGE, FOI?

Deu não, foi?
Pois é... Segundo fonte alienígena o Boavista apelou  até pra São Jorge, aquele do mundo da Lua afeito a grandes embates com Dragão, para vencer o Mecão, mas não deu, né? América, visivelmente poupando as energias, bota duas bilocas nas redes adversárias e passa de fase na Copa do Brasil. 

Vai acender velas pra São Jorge, é?
Mas ele não quis conversa, foi?
Tem mesmo é que jogar muita bola 
Pra vencer este Dragão, viu?

[Neném Big Head]


SÓ PARA LEMBRAR.


Fechar a fatura

Não que o adversário de hoje não mereça respeito, mas todos sabem que no jogo de ida fomos roubados acintosamente pelo árbitro - até os lá de baixo concordam com isso. Agora é hora de fechar a fatura dentro de campo e passar de fase nesta Copa do Brasil. Vamos à vitória apenas com o bom futebol e o incentivo da torcida mais feliz do Rio Grande do Norte. Não precisamos de apito amigo! Convocar nossa torcida também não carece, sabemos de nossa responsabilidade e da satisfação garantida que é ver o Mecão jogar, né? 

22 de abril de 2014

O dito pelo não dito

Imperdível o dito pelo não dito que li no blog lá de baixo a respeito das dispensas alvinegras. Confesso que não entendi nada, de qualquer forma repasso a pérola... "A direção do Abc anunciou a dispensa dos volantes Daniel Amora e Michel. Ainda hoje pela manhã a direção alvinegra negou as demissões. Agora, se a direção disse que não demitiu temos que acreditar na palavra dos dirigentes". Em qual? Na palavra que anunciou a dispensa ou naquela que negou? Sei não... Acho que vou apelar para alguma inteligência extraterrestre, né?

O pedra deles

Na esteira do orgulho do Rio Grande do Norte, as letrinhas acabam de contratar seu homem de pedra. Está aí a foto inédita que não me deixa mentir. Tá com cólica, né?

Colaboração do Ezequiel Peixoto, viu?

DES - PLA - NE - JAN - DO


 Mais dois são dispensados

22/04/2014 às 07:35 por Pedro Neto
A direção do ABC anunciou a dispensa dos volantes Daniel Amora e Michel.

 

Dirigente nega dispensas e descarta Martinez

22/04/2014 às 08:43 por Marcos Lopes
Conversei com o vice de futebol do ABC, Bira Marques e o dirigente negou que o clube tenha dispensado os volantes Michel Schmöller e Daniel Amora: “Não,  não tem nada de dispensas".



Do blog:
E olha que eu não acho que seja desinformação da mídia não. É DESPLANEJAMENTO mesmo!

Só chamando uma rezadeira

Não sei que maré de azar é esta do Andrey, sei que temos em Maeterlink & Filhos um dos mais capacitados DM do futebol brasileiro, mas diante as evidências (quengo quebrado, joelho dilorido e agora farnezim no músculo da coxa) melhor chamar D. Maria-Que-Chora-Por-Um-Olho para tirar este quebranto. Enquanto ela não chega aí vai sua ladainha...

Trato de aquisidade
Gota-coral, feitiço, malefício
De azar, olho grande
Se tiveres um desses mal, o tal mal na areia de rio vai parar
Pelas cincos chagas de Cristo.
Eu te curo, se o mal estiver na cabeça
Se tiver nesta banda, na sua frente, deste lado e no fundo
Pois Nosso Senhor Jesus Cristo é de todo o mundo.


Agora é só rezar um Padre Nosso e três Ave-Marias, e tomar os remédios direitinho, né?

21 de abril de 2014

TÁ COM INVEJA? FIQUE NÃO!

 

Só para não deixar esquecer. Fiquem atentos aos números da atual campanha do América F.C., orgulho do futebol do RN.

- Invicto há 11 jogos
- 94% de aproveitamento (31 pontos de 33 disputados)
- 10 vitórias
- 1 empate
- 25 gols marcados
- 2,3 por jogo
- 14 gols de saldo
- Artilheiro Max, o Homem de Pedra fez 8 gols nos últimos 7 jogos (1,14 por jogo)
- Um dos mais belos gol do futebol mundial (Arthur Maia)
- Plantel com excelentes opções para reposição de peças
- Salários em dia
- Sem enxurrada de dívidas trabalhistas para resolver
- Título da Copa Cidade do Natal
- Copa do Brasil e Copa do Nordeste asseguradas para o ano que vem
- Vitória no jogo de ida da Copa do Brasil
- Vitória na primeira partida da decisão do Estadual
- Primeiro colocado da Série B
- Artilheiro da Série B

Fico imaginando se isso fosse com outro time qualquer do Estado. Algumas emissoras (de opinião) estariam com programação especial de gala, com discursos orgásmicos e entrevistas com presidente, vice-presidente, treinador, auxiliar técnico, roupeiro, motorista, cozinheiro, santinho, anjinho e tudo mais.

A Paulo o que é de Paulo

Depois da "zilionésima" contratação este ano, os de Pium estreiam contra o time do Caça-rato numa apresentação ruim de correr água. Louvável o ufanismo da "briosa" que mais uma vez tenta tapar o Sol com uma arupema... Não tenho nada com isso, faço esta breve introdução apenas para comparativamente mostrar o lado vermelho da medalha. Formamos este ano, independente de resultados, um plantel capaz de sonhar com voos altos e compatíveis com nossa tradição. Não quero nem pensar se o inverso fosse... Quanto ao mérito? De toda a direção, mas inegável a participação de Paulinho Freire nesse "status quo". A Paulo o que é de Paulo, né?

20 de abril de 2014

Quer ver de novo, quer?


Então tá, né?

OVO DE PEDRA

E para manter viva a tradição pascoal, escolhi esse singelo ovo de PEDRA como símbolo do renascimento de uma nova vida. Este vem com a assinatura do MAX, viu?. Boa Páscoa torcida do Mecão - a mais feliz do Rio Grande do Norte. E ainda tinha gente que acreditava que a Avaí era aqui, né mestre Alien?

ASSIM FICA DIFÍCIL


Quando a funerária consegue não perder uma partida e os lá de baixo ficam extasiados com o grande feito, vem o MECÃO e o que faz ?

- Faz um jogo espetacular.
- Faz - na opinião do comentarista do Sportv - três gols de placa.
- Goleia o forte time do Avaí.
- Bota a funerária no lugar de sempre - no seu retrovisor.
- Vence a décima partida seguida.
- Assume a LIDERANÇA DA SÉRIE B!

Tá mais do que explicado, o porque dos funerautas ter esse enorme complexo de inferioridade, né não...?

19 de abril de 2014

E TOME PEDRA!



Tá virando um verdadeiro apedrejamento, homi.

18 de abril de 2014

Arena América



Hoje, Sexta-feira Santa, estive no solo sagrado do CT Abílio Medeiros para conferir e fotografar a construção dos nossos sonhos - a Arena América. Pude atestar um considerável avanço do volume de concreto assentado no seu definitivo lugar. Óbvio que queria mais, comungo a impaciência com a torcida, mas confesso que fiquei feliz em ver o berço dos peles-vermelhas tomando forma. Vejam o único concreto do mundo composto por areia, água, brita, cimento, ferro, sangue, suor e lágrima de uma torcida. E ainda tem gente que não acredita, né?

17 de abril de 2014

O herói do jogo

cachorro d'água em macro fotografia
Não, não foi Max que tem minha amizade, respeito e admiração, que superou problemas bem maiores que as "cornetas" de alguns insatisfeitos, que mais uma vez foi decisivo, que foi o pedra no sapato do franco-atirador. Também não foi a "lenta defesa" que anulou, literalmente, o rápido, o insinuante, o agudo ataque da águia de Ceará-Mirim. Muito menos foi o rei Arthur que caçado pelo predador baiano, soube, junto com Fabinho, Marcio Passos e demais atletas, suportar e sobrepujar a resistência adversária. Então foi o OC que calou a boca dos franco-atiradores de lá e de cá? Não, o herói do jogo foi o incansável cachorro d'água que desenterrou a caveira de burro que havia no sub-solo daquele campo de jogo. Rapaz competente este bichinho, bastou um punhado deles para acabar com a maldição, né? Teve lepo-lepo, teve?

16 de abril de 2014

Falhou, foi?

Com força MÁXima fomos a Ceará-Mirim e não tomamos conhecimento do tão temido franco-atitador. Vencemos a briosa águia do Seu Barreto por 2x1 e partimos na frente para decidir o título em casa. Fica agora duas pergunta: entenderam porque Max é nosso centro-avante? E o franco-atirador falhou, foi?

NO MEIO DO CAMINHO HAVIA UMA...

 
Uma MAXi-pedra, diga-se.

O recado de Demóstenes

Preleção
É dele, do grande orador ateniense, o recado para nossos atletas e comissão técnica. "Toda vantagem obtida no passado é julgada à luz do resultado final". Entenderam, né? Tragam a vitória, correspondam aos nossos anseios, conquistem o título! De nada adianta uma boa campanha sem o grito de é campeão, num é Demóstenes?

15 de abril de 2014

Com ou sem franco-atirador

Canindé Oliveira foi infeliz. Nunca numa véspera de clássico se poderia motivar tanto o time adversário como ele fez chamando o time de Seu Marcondes de franco-atirador. Era tudo que os lá de baixo, decepcionados com a pífia campanha das letrinhas, queriam. Era tudo o que o pessoal do Globo precisava para incendiar seus jogadores e torcida contra o nosso América. Mas... E daí? Vamos agora nos borrar de medo, ficar cheio de prurido e padecer da síndrome do coitadinho por causa da língua do OC? Uma ova! Somos afeitos às intempéries, temos nossa própria motivação e não carecemos de factoides para isso, vamos pras cabeças buscar este título com ou sem franco-atirador, viu? 

14 de abril de 2014

DEZ VEZES, GLOBO NÃO É FRANCO-ATIRADOR


Pelo contrário:

1 - Ganhou o primeiro turno do Estadual com sobra.
2 - Destaca-se como um dos times brasileiros mais jovens a conseguir título e vaga no campeonato nacional (Série D).
3 - Quer se firmar como grande surpresa do campeonato.
4 - Não vai querer perder a oportunidade de fazer pontos e saldo nesta primeira partida.
5 - Jogará no Barretão com apoio de sua torcida e em sua casa, local onde o América não se saiu bem na temporada em que atuou por lá.
6 - Está uma DECISÃO de campeonato tanto quanto nós. 
7 - Jogará o VERDADEIRO CLÁSSICO do futebol do RN.
8 - Iniciará a partida de amanhã em igualdade de condições com o América (0 x 0). 
9 - A eles somente a vitória interessa.
10 - Não ganhou nada a menos que nós (cada qual tem um turno).


Por tudo isso, muito cuidado O.C., muito cuidado atletas, muito cuidado dirigentes e comissão técnica. Já vimos filme parecido antes (há muito pouco tempo) e ninguém quer o mesmo final se repetindo, né?

Azedo? Eu?!