15 de dezembro de 2014

Enquanto a bola não rola...

Nós, membros da comissão de construção da Arena América e o presidente Gustavo Carvalho, não paramos de buscar as soluções para concretização do nosso sonho. Hoje a acessibilidade e malha viária do entorno da obra foi o tema. Lá, na arquibancada do nosso estádio, nos reunimos com o prefeito de Parnamirim - Maurício - e o vereador Batista que nos garantiram a melhor forma de acesso à nova casa do Dragão. Profícua reunião, viu?

8 de dezembro de 2014

Laje de piso




Hoje estivemos nas obras da Arena América. Conferimos um grande volume de laje de piso assentada no primeiro pavimento da arquibancada. Imaginem a emoção de andar sobre um piso que, além dos ingredientes próprios do concreto, é composto  pelo sangue de Dragão e o DNA dos peles vermelhas... Vejam as foto. Menos que gostaríamos, mais que uns poucos acreditavam, o suficiente para continuarmos obstinados a transformar sonho em realidade, né?

7 de dezembro de 2014

TRÍPLICE OBSERVAÇÃO

 I
Sem pretensões nenhuma na classificação do Brasileiro, o Santos foi macho e venceu o Vitória/BA fora de casa, mesmo sabendo que esse resultado beneficiaria o rival paulista Palmeiras. Tá aí um time sério esse alvinegro paulista.

II
Sem ter visto as notícias do futebol após a última partida do América, fiquei sem saber o desfecho do caso Judson que, estranhamente, minutos antes do jogo, foi avisado que estava irregular e não poderia atuar contra o Paraná. Forças ocultas?

III
Sem fazer parte de diretoria, comissão técnica ou coisa parecida, falo como legítimo torcedor: tomara que o América não eleja uma das quatro competições de que participará para ser "a" prioridade de 2015. Corre o risco de, não conseguindo esse objetivo, ainda se dar mal nas outras.

5 de dezembro de 2014

Novos tempos, novos ventos

Slogan de campanha de Geraldo Melo para governador do Estado anos atrás? Nada disso, apenas a lembrança! Hoje quem passa no América vê muito mais que isso - uma verdadeira força tarefa, um furacão capitaneado por Eduardo Rocha a fazer o novo tempo no clube que tanto amamos. É o tempo da união pela recuperação, um autêntico sangue e pele vermelha arquitetando e planejando o caminho da volta à Série B. Tenho nada com isso, lá não passo de um obreiro, conselheiro e acima de tudo torcedor incondicional do Mecão, mas toda vez que vejo o ritmo frenético de trabalho tenho a certeza do íntimo parentesco da Fênix com o Dragão da Rodrigues Alves. Novos tempos, novos ventos para ressurgir das cinzas, né?

2 de dezembro de 2014

AGORA É COM VOCÊ, RF!


Hora de juntar os cacos, arregaçar as mangas e seguir em frente sem descanso. Confiamos que você será o grande diferencial no ano do nosso centenário. Sem baixarias, sem arrumadinhos, sem apadrinhamento, sem interferência de forças ocultas que tanto nos prejudica. É começar do zero e redimir o ano que passou, com sobras e muita folga. Não pense pequeno. Que você seja vitorioso em todas as competições que estiver à frente da grande instituição que é o América Futebol Clube. A tríplice coroa é o que merecemos em 2015. Vamos em busca do bi-campeonato estadual e dos títulos da Copa do Nordeste e da Série C. É muito? Quem conhece o América sabe que não é.

30 de novembro de 2014

Um dia depois...

Ainda ressacado de ontem, passei pelo blog de Fernando Amaral. Nessas horas ninguém melhor que ele, por sua inteligência e profissionalismo, para explicar o sinistro sem entrelinhas... De lá pincei frases lapidares que as transcrevo deixando o livre arbítrio para a nação de peles vermelhas...

"O América caiu... Caiu por pouco ter feito para evitar a queda. Poderia ter ficado se o futebol não fosse movido por coisas que deviam ser condenáveis... Mas, mereceu cair".

Dizer o que, né?

29 de novembro de 2014

Eleonor Roosevelt

Esposa do presidente dos EUA, Franklin Delano Roosevelt, teve com ele seis filho. Certa vez numa entrevista lhe perguntaram se amava os seis por igual ou se havia algum preferido. Ela parou, pensou e estarreceu a platéia afirmando que havia sim um que ela mais amava. Amava mais aquele que no momento estivesse mais a necessitar. Pois bem... Faço minhas as palavras de Eleonor Roosevel. Hoje o América, com a queda para terceira divisão, está  a necessitar de maiores cuidados, hoje amo meu clube mais que nunca. Eleonor tinha razão e não abro nem "prum" trem, viu?