28 de junho de 2016

O guizo

Impressionante a tara de alguns. Pasmoso e doentio o afã de formadores-lobistas em sentar a pua em Beto Santos e sua diretoria de futebol. Alguma surpresa nisso? Nenhuma, futebol sempre foi assim e o que vem lá de baixo... é mais que previsível, não? Chegam a dividir a execração em atos num meticuloso trabalho que só Deus sabe a troco (não falei TOCO, viu?) do que para tanto empenho. Enumeram erros, avivam os reveses e, com requinte da peculiar  maldade, debitam total culpa do insucesso à inexperiência. Esqueceram que  o quartel americano dantes já capitulou apesar do notório saber dos Abrantes? Que o vil metal que corrompe as virgens na pureza e outras figurinhas carimbadas também é imprescindível à qualificação da tropa? Que não basta a expertise se apenas uns poucos se dispõem a colocar o guizo no pescoço do gato? Que é infinitamente mais fácil falar que executar? Que não existe fórmula mágica no futebol quando o dinheiro escasseia? Sei não... Melhor calar, né?

27 de junho de 2016

Onde andarás?

Não, não me refiro à música de Caetano Veloso. Pergunto pelo MP e demais diligentes defensores dos direitos dos consumidores do RN. Onde ficou a indignação de alguns pelos preços praticados no jogo entre Flamengo e Fluminense no Das Dunas? Por que foi permitido preços setorialmente diferenciados, como os praticados neste domingo? Por que as "entidades" não entenderam como prática abusiva essa conduta? Será que as cores justificam os meios? Longe de mim pensar que paixões clubisticas possam interferir nos pesos e nas medidas de nossa augusta defensoria... Deve ter sido esquecimento, né?

26 de junho de 2016

Mutatis mutandis

O time não se impõe, não ganha? O China não conseguiu estabelecer sua filosofia de trabalho? Mutatis mutandis! - Mudando-se o que deve ser mudado! Já estão aí os novos escolhidos, já está aí o novo técnico. Agora é falar pouco e produzir mais para recuperar os pontos e o tempo perdido porque ainda não se pôs o sol de todos os dias, né Seu Francisco?

20 de junho de 2016

Triste

Fraca, muito fraca, fraquíssima apresentação do América ontem contra o time de Arapiraca. Amontoado de jogadores que por falta de força, capacidade técnica, esquema tático ou vontade assistia o limitado time adversário cantar de galo e ditar o ritmo ao Dragão. Triste ver o nosso América, antes aguerrido, fazer água diante uma marolinha, triste saber que apesar de tantos sacrifícios pessoais - isso sou testemunha - não há nenhuma correspondência dentro das quatro linhas, triste aceitar que ontem perdemos uma excelente oportunidade de nos firmarmos porque simplesmente jogamos abaixo da crítica, né?

19 de junho de 2016

LÓGICA NON SENSE

 Resultado de imagem para eu só queria entender
"Jogar em casa é mais difícil." Então, jogar fora de casa é mais, mais, mais difícil?

"Só quem pode mudar são os jogadores." E prá que serve o treinador?


"Não vou colocar um jogador novato porque ele pode ficar queimado". Em três minutos!? Era mais fácil ele sair dali como um herói.

Agora "é nóis"

Depois do sono do leão alencarino ontem, hoje é nossa vez entrar em campo e mostrar que no Das Dunas quem canta de galo é o Dragão. Vamos fazer nossa parte e voltar pro G4, vamos mandar os "indesejáveis" para a parte da rabeira da tabela. Agora "é nóis", né?

RESPEITO UMA OVA!

 Resultado de imagem para PRÁ CIMA DELES MECÃO
Com todo respeito, mas respeito hoje à tarde uma ova! É entrar com moral, na condição de DONO DA CASA. É impor o seu jogo e esquecer o bom mocismo que já se mostrou desastroso para nós. É partir prá cima e liquidar o adversário. Afinal, time que apenas foge do rebaixamento não se chama AMÉRICA FUTEBOL CLUBE DE NATAL.