30 de junho de 2014

EL CID

Esta eu recebi de um internauta anônimo e, cumprindo o dever cívico padrão FIFA, compartilho embora chateado porquanto nada recebemos... É que o time das letrinha acaba de ser agraciado com o honroso diploma CID pela mentora. Este certifica, a partir de agora, o MLamas como o novo CENTRO INTERNACIONAL DE DESCLASSIFICAÇÃO - é treinar lá e cair. El CID, né?
P.S. Só agora vi que a informação veio do nosso colaborador, Adriano. Desculpe nossa falha...

29 de junho de 2014

COPA? QUE COPA?

Os outros estão contratando, reforçando. E nós? Espero que não estejamos apenas apostando nos milagres do repouso e da medicina. Alô diretoria, alô comissão técnica: foco no América, foco na Série B, foco nos 13 pontinhos que temos. Copa só se for para aprender com os (bons) exemplos. Né?

25 de junho de 2014

Faltam 17000

Quando digo que toda Arena América terá o DNA do Dragão não estou a brincar. Bastou, para construção do muro do em torno, um pedido no CD e o informe aqui no blog para, hoje, já contarmos com a doação de 8000 blocos de cimentos. Alguns prometeram "chegar junto" a partir do início do mês quando os salários forem recebidos... Informaremos cada centímetro deste muro, viu? Faltam 17000, né?

O azar da Itália


Treinar no MLamas já era um mau presságio... Jogador italiano ser fotografado pegando na bandeira alvipreta então nem se fala... Resultado: eliminado, né?

24 de junho de 2014

Com DNA americano

Na última reunião do CD, por solicitação do presidente GC, dei alguns informes da construção da Arena América. As notícias eram boas - arquibancadas nos finalmente, fundações dos camarotes em conclusão, sistema de irrigação e plantio do gramado em ritmo acelerado e enfim a autorização para construção do muro do em torno da Arena América. Neste último item, assumi pessoalmente a compra dos aproximadamente 25.000 blocos no valor de R$30000,00 (trinta mil reais). Depois disto, contei a história, do dia que assumi o CD, nos idos de 1998, trazido a quatro mãos (Jussier Santos e do saudoso Adalberto de Sousa). Era uma dia especial para mim, o menino pobre filho de bodegueiro com muita honra, que para ir ao JL ver o Mecão jogar precisava vender garrafas vazias e jornais velhos, agora emocionado era conselheiro do clube mais importante do RN. Fui recebido com um aperto de mão, um forte abraço do então secretário do CD - Dr. Zaqueu - e uma previsão que se concretizaria até os dias atuais: "prepare-se Doutor, a partir de agora nunca mais você deixará de colocar a mão no bolso, aqui quem ama paga". Homem sábio este Zaqueu... Pois bem, hoje além de cumprir a profecia do nosso querido vidente, venho pedir. Pedir a quantos puderem participar desta empreitada, para isso é só procurar nossa funcionária da Arena América, Érica, e doar (com fim específico) a quantia equivalente a quantos blocos quiserem e puderem. Conto com a participação de todos. Este muro terá mais uma vez o DNA de todos os americanos, né?

23 de junho de 2014

20 de junho de 2014

Um até breve

A partir de 23/06 a sede do América futebol Clube, em parceria com a Casa Cor, estará sendo restaurada. Estaremos até novembro deste ano funcionando provisoriamente na rua Miguel Barra 760, também no Tirol. Neste período, além do "rejuvenescimento", a sede da Rodrigues Alves será utilizada para a mais completa mostra de arquitetura, decoração e paisagismo das Américas. É só um até breve, viu?

19 de junho de 2014

Nem de flores nem de Copa

Acho que nunca o MVV ficou tão sem assunto como neste período de Copa do Mundo. Minguadas notícias do futebol local... Vem Fininho, não vem Fininho, quem é Fininho? Será que ele engordou? Sei não, de real apenas a cirurgia de Andrey que preocupa muito. Mas, para não dizer que não falei de flores nem de Copa, está aí meu toque de brasilidade, patriotismo e ecologia. Vem, vamos embora... Quando não tem Dragão mostramos o pombo, né? 

17 de junho de 2014

Gostei da sinalização da Copa - o retorno

Exigida pela FIFA , as placas bilíngues são bem traduzidas ao pé da letra.
Bateu levou, né mestre Alien?

16 de junho de 2014

Um sonho, foi?






Hoje estivemos no canteiro de obras da Arena América e pudemos registrar o frenético ritmo dos trabalhos. Aqui não tem Copa, não tem chuva, não tem torcida contra que arrefeça o ímpeto. Vamos que vamos em busca de uma realização! Vejam que coisa linda... Chegada de mais vigas e pilares, fundações dos camarotes nos finalmente e o serviço de drenagem, em espinha de peixe, conforme os mais rigorosos padrões FIFA, sendo ultimado para receber a grama sagrada da Arena América. Um sonho, foi?

Saudade

Devo ser diferente, não consigo me empolgar com os jogos da Copa no Dunão. Sei que é uma oportunidade única para muitos, não recrimino quem sai de casa para assistir Camarões e Cia., mas prefiro o Camarão Potiguar do saudoso Fernando, prefiro o no alho-e-olho, prefiro o churrasquinho do Nazarenão, prefiro a chuva de Goianinha, prefiro ver o nosso Mecão jogar. Saudade, né?

13 de junho de 2014

Vergonha

A comissão organizadora do "cacete-a-quatro" não permitiu, pasmem, que o Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Norte realizasse a vistoria no DUNÃO. As arquibancadas móveis estarão lá por conta e risco de São Jorge, padroeiros dos homens do fogo, e vão ser utilizadas. Que Deus proteja os incautos... Vergonha, né?

12 de junho de 2014

Nem Dragão, nem burra preta...

E antes que alguém diga que esta postagem tem a finalidade de desviar o foco, esclareço que, "tirante" o voo do pardal, não encontrei nada nas fronteiras vermelhas e pretas que justificasse não falar na Copa do Mundo de Futebol. Nada que justificasse não falar daquela que nossos governantes conseguiram apagar seu brilho... A primeira Copa sem o convívio do mais patriota, do ex-combatente da FEB, do mais entusiasmado brasileiro, daquele que chorava em pé com a mão direita sobre o peito ao ouvir nosso hino, daquele que me ensinou a amar o Brasil e o América Futebol Clube. Sinto por todo este descalabro que passa nosso país, sinto pela água na fervura que deram na festa, com licença da palavra, genuinamente brasileira, sinto a falta do meu querido pai... Nem Dragão, nem burra preta, hoje é dia de lembrar Bezeca, né?

9 de junho de 2014

Licença (quase) poética

Acabo de ler agora no ML que tem anjinho pedindo licenciamento do cargo. É sempre assim na óptica de alguns... O América dispensa, eles remanejam; no América há renúncia, lá licenciamento... Gente fina é outra coisa, viu? Quase poética, né?

7 de junho de 2014

COM HEXA OU SEM HEXA


Apesar da parada para a copa, temos muito trabalho pela frente. Faltam ainda 28 rodadas para o fim do Brasileiro. Não acredito que alguém esteja pensando apenas em escapar do rebaixamento. Ao contrário de outros times, sempre nos vangloriamos de não ter salários atrasados nem de estarmos atolados em dívidas astronômicas na Justiça do Trabalho. Portanto, está na hora de pensarmos um time realmente grande para a disputa dos primeiros lugares na Série B. Deixamos o paquiderme nos ultrapassar depois de um bom tempo olhando para eles no retrovisor. Se futebol fosse uma ciência exata, podíamos até estar um pouco mais tranquilos: no site Chance de Gol, mesmo com a atual colocação, temos maior probabilidade de subir para a Série A ou de não ser rebaixado para a Série C do que o time desletrado. Mas esse esporte não é só matemática. Não tem graça nenhuma ver o nosso América na décima colocação, com chance de cair até três posições quando todos estiverem completado esta rodada. A Copa do Mundo começa na próxima quinta-feira e acaba um mês depois. Aí, com hexa ou sem hexa da seleção brasileira, o que vai ficar somos nós, com nossos craques, nossos ajustes, nossos objetivos e nossos parcos e magros 13 pontos de momento.


6 de junho de 2014

Está um saco!

Esperar o final da Copa pra voltar a pensar América faz lembrar a música da Chiquinha Gonzaga - Riacho do Navio. Estamos "sem rádio nem notícia da terra civilizada", estamos no mar das calmarias, parados, ávidos de mudanças, com as velas deste blog sopradas apenas pela insatisfação da torcida americana. Urge novos rumos, novos ventos... Está um saco! Saco cheio, né?

4 de junho de 2014

Não passarão!

Por princípios não censuro comentários. Por princípios, a linha editorial do blog não faz o "jogo do contente" do livro Pollyanna, mas por aqui não passarão comentários desabonadores à pessoa do presidente GC, à qualquer outro profissional ou colaborador do América Futebol Clube. Atenham-se, por favor, aos fatos, elogiem, discordem, peçam a cabeça até do Neném Big Head, mas evitem pejorativos. Não passarão, né?

Sangue novo

Pausa para meditação, para remexer, reavaliar, reajustar e agir. É isso que temos que fazer na bendita parada da Copa do Mundo, é o que todos vão fazer, é o que não pudemos prescindir. Dez rodadas já foram suficientes para conhecermos quem deve e quem não tem condições de trabalhar no América Futebol Clube. É chegado a hora (se a luta for pelo acesso, se nossa intensão não for apenas escapar do rebaixamento) das incisões cirúrgicas, milimétricas e salvadoras. Que se extirpe os tumores que consomem nossas forças e orçamento, que venha sangue novo, qualificado, arejado e renovador. A bem da saúde do Dragão, né?

3 de junho de 2014

NÃO ACABOU. TÁ VENDO?


Por que diabos foram consertar aqueles refletores? Eles estavam ofuscando a vista de nossa defesa. Taí a explicação.

22 MINUTOS: 1 X 0, SAMPAIO

TÁ POUCO! TOMARA QUE ACABE LOGO.

INTERVALO DE JOGO: ZERO A ZERO

Nossa defesa leva um sufoco pelo lado esquerdo, e as jogadas rápidas pelo meio também tem levado perigo. O Sampaio teve mais chances que nós. Nosso meio de campo não está criando. Fernando Henrique já fez duas defesas importantes. Temos que ter muito cuidado nesse segundo tempo.

À vitória meu DRAGÃO!

Jogar para vencer é o que queremos hoje do América Futebol Clube. Nada de bunda na parede como em alguns quarenta e cinco minutos iniciais. Já mostramos que quando agredidos buscamos força, equilibramos e conseguimos superar a defesa adversária. Acordei com a intuição que hoje é o dia do guerreiro Max, do FH e do OC... Jogar com espírito de decisão todos os minutos do jogo, sem exceção ou acomodamento, este é o mote. Respeitemos o "Seu Sampaio", mas somos mais Mecão, né? À vitória meu DRAGÃO!

1 de junho de 2014

De mortuis nil nisi bene

"Dos mortos nada se fale além do bem" - preceito grego que Diógenes atribui a Quílon, embora a raiz desta verdade encontre-se em Homero. Pouco importa a origem, o que vale é a essência, bem diria o Neném Big Head... Descanse em paz Marinho Chagas, maior jogador de futebol que o RN deu ao Brasil.