31 de agosto de 2014

FAZ PARTE

Disputas internas, diferenças, vaidades existem em qualquer grupo. No futebol não é diferente: é vitrine e é onde os egos estão inflados. Uma das funções dos grandes líderes (leia-se treinador, comissão técnica e diretoria) é evitar os conflitos e, caso não seja possível, identificá-los precocemente, administrando de forma que o resultado final seja unicamente a melhoria do grupo como um todo. Pimpão e Max são grandes jogadores com enormes contribuições para o América Futebol Clube. A demora em perceber que estão em fases diferentes e a demora em tomar a decisão visando preservar a qualidade dos dois, independente de outros interesses, talvez tenha sido causa deste e de alguns revezes ultimamente. Mesmo assim, não podemos esquecer, que temos conseguido bons resultados apesar de conflitos, contusões, suspensões e regras que nos impedem de repetir o time em partidas seguidas, o que mostra que temos um bom grupo que precisa apenas de ajustes certos nos momentos certos. Continuo acreditando na recuperação dos pontos perdidos nesta Série B e na passagem para as oitavas quartas de final da Copa do Brasil.

30 de agosto de 2014

Porta dos fundo, era?

Soube, por fontes seguras, que tinha uma bicharada paquidérmica querendo entrar pela porta dos fundos na Copa do Nordeste. Nana, nina, não, né? Os tempos das canetadas, do casuísmo, dos títulos por decreto e das forças ocultas já se foram e não voltam mais. A Copa do NE foi edificada sobre uma ROCHA, seus alicerces foram fincados no terreno da legalidade, portanto os legítimos representantes do Rio Grande do Norte serão somente o América e Globo. Entenderam ou quer que desenhe? Precisa não, né?

29 de agosto de 2014

COM QUEM QUER QUE SEJA

 
Relacionados para América x Paraná
Goleiros: Andrey e Pantera
Laterais: Walber, Digão, Wanderson, Paulo Henrique, Arthur Henrique e Thiago Cristian;
Zagueiros: Cleber, Lázaro e Zé Antônio;
Volantes: Fabinho, Val, Judson e Tiago Dutra;
Meias: Andrezinho, Daniel Costa e Morais;
Atacantes: Rodrigo Pimpão, Alfredo, Max e Paulinho.
 
Independente dos relacionados, independente do time que começa jogando, independente de quem entra durante a partida, são todos merecedores de nossa confiança e precisam de nosso apoio na partida contra o Paraná Clube. Já mostraram que sabem se superar frente às dificuldades.

Não tem jogo fácil. E a Série B é onde hoje mais precisamos de resultados positivos. Nossa torcida deu show na última quarta-feira e foi um dos fatores que contribuíram para aquela grande goleada. Não podemos abrir a guarda. Neste sábado, às 16 horas, vamos novamente vermelhar o Arena das Dunas.

Diferente de uns e outros

Brasil é decacampeão do Grand Prix de Vôlei. Ser deca é pra poucos no mundo, concordo. Principalmente quando os títulos são conquistados no campo de jogo, sem precisar decretos, virada de mesa, invencionices e "canetadas vicentinianas" com uns e outros que bem conhecemos, né mestre?

27 de agosto de 2014

Vitória no pretérito imperfeito

Eu acreditei
Tu cornetaste
Ele acreditou
Nós acreditamos
Vós cornestastes
E...
E...
E..
Mais de doze mil torcedores acreditaram e viram
O Mecão fazer 3x0 no Atlético do Paraná 
Vitória no pretérito imperfeito
Né?

SEM COMPLEXO DE VIRA-LATA

Se observarmos os seis primeiros colocados de momento na Série B, com exceção do Vasco, que é time "grande", não devemos nada ao América MG, Ceará, Avaí, Joinville e Luverdense. Não temos que viver todo o tempo com complexo de vira-lata, pensando apenas em não fazer feio ou em fugir do rebaixamento. Podemos jogar para estar entre os primeiros, e ponto final.

Com relação à partida de hoje, desta (e nem das outras) eu não fujo. Hoje, a partir das 18:30h, se quiser falar comigo, só no Arena das Dunas. Cumpro fielmente meu papel de sócio torcedor. Não vai ser por falta do meu grito que sairemos com mal resultado contra o Atlético PR.

Eu acredito

Hoje começo cedo o consultório, mais uma vez "salto" o almoço para não perder tempo, não sei atender nas carreiras. O mais interessantes é que meus clientes já sabem - hoje chegamos cedo pois tem jogo do Mecão. Este ritual mais uma vez se repetirá na minha vida, não sei ficar em casa só reclamando, vou a campo e mais uma vez acredito no Mecão. Acredito que os meninos do OC podem sim surpreender o Atlético do Paraná, acredito na vitória do Dragão, acredito na maior e mais feliz torcida do RN. A de vermelho, né mestre?

26 de agosto de 2014

Vou fazer apenas três perguntinhas...

Guerreiros cara-preta
Pagaram o bicho não, foi? 
Classificação por tapete não vale gratificação, né?
Os "guerreiros" ficaram em pé de guerra, foi?

25 de agosto de 2014

A hora do cimento

Vinte e cinco mil, estes os blocos de cimento necessários para o muro da Arena América que foram doados pela torcida. Sem marketing, sem alarde, mas com todo o amor da torcida americana, todos já estão disponíveis e sendo assentados conforme o planejado. Agora é chegado a hora do cimento, precisamos mais uma vez das bem-vindas doações para concluir esta etapa, vamos mostrar aos incrédulos a força da torcida do Dragão. O caminho é o mesmo. Procurar Érica na sede do clube e contribuir com o que for possível, né?

24 de agosto de 2014

EM TERMOS, O.C., EM TERMOS

"Acredito mesmo que faltou uma melhor saída de bola da defesa para o ataque." O.C.

A saída de bola não tem acontecido há vários jogos e uma das causas é a fórmula mágica que foi inventada para a ala esquerda do América. Mas não foi só isso. Quando chegou ao ataque, faltaram os gols? Val faz lambança com a perna direita (trocada) e tira o gol de Wanderson que chutaria com a sua perna forte, a esquerda. Pimpão consegue furar a bola dentro da pequena área (esse está perdoado, pois é hoje nosso melhor jogador). Insistir com centro-avante paradão entre os zagueiros do time adversário é demais. Quantas oportunidades claras precisava haver para que uma fosse convertida em gol? Será que os famosos "fundamentos" (dentre eles, lançamentos, bola parada, chutes a gol) estão sendo exaustivamente treinados? Perdemos toda a pouca gordura que tínhamos antes da Copa. Só podemos terminar o primeiro turno com 26 pontos. Não haverá tranquilidade no segundo turno. Agora, temos o Atlético PR pela Copa do Brasil. Estamos ainda engasgados com aquele resultado humilhante no Barretão. Não vou ficar vendo jogo pela TV. Estarei no Arena das Dunas, e sairei sem voz como em todo jogo do Mecão. Tomara que valha a pena.

HOMENAGEM




Vista aérea da belíssima e progressista cidade de Pedro Velho, no agreste potiguar, onde nasceu o grande americano e exemplo de vida, Bezeca.
O curioso é que, antes de se chamar Pedro Velho, o nome desta cidade era VILA NOVA.
VILA NOVA, VILA NOVA, VILA NOVA... Não sei porque lembrei disso hoje.


23 de agosto de 2014

Perdeu também, foi?

Time de preto perde pro lanterna Vila Nova por 2x0. 
Por questão de respeito, apenas transcrevo ipsis litteris (quase, né) a postagem do mestre Alien, ao término do jogo do Mecão.

Vestido com o uniforme nem sei que cor, ''cor sim, cor não'', o Vila Nova ganhou o jogo contra as letrinhas por 2x0. Ontem eu sonhei que o bicho de hoje não seria elefante.

Só Zé, que adoro, não vê, né mestre?
Só Zé não vê finge que não sabe
Que eu estou sofrendo por causa do Zé
Sonhos que não vêm luzes da cidade
E eu me sinto só... por causa do Zé
E eu te quero tanto tanto que nem sei dizer
Que a felicidade pra mim é nunca perder Zé
Peço pra uma estrela pra te convencer enfim
Que eu não sou ninguém sem Zé
E não há Zé sem mim
Que eu não sou ninguém sem Zé
E não há Zé sem mim


[Por Causa de Zé - The Fevers - Novo Hino Abeceísta]

Medo, que medo?

Não faltou coragem contra o timbu, faltou mesmo foi raça, respeito à nossa história e, principalmente, futebol de qualidade. Um time apático, com erros de passes primários, mal posicionado e, com a máxima vênia, hoje mal escalado apesar do contexto das infindáveis contusões. Precisamos melhorar, podemos melhorar, vamos melhorar, né OC?

Medo de rato

Sabemos das dificuldades que é enfrentar o Timbu no seu terreiro; sabemos das limitações de ordem médica - nosso DM nunca esteve tão cheio; sabemos que o revés para a Ponte Preta arrefeceu um pouco nossos brios, mas quem quer chegar lá não pode ter medo de rato, né? Vamos prá cima Dragão! Confio em OC e nos elenco, confio na superação, confio no Mecão. Vamos à vitória, né?

20 de agosto de 2014

PACIÊNCIA

 
E o Mecão continua freguês da Ponte. Paciência.
Não deu para repetir a atuação contra o Fluminense, nem o resultado com o Icasa. Paciência.
Falar em Fluminense, comparar a vitória do das letrinhas ontem com a goleada que demos no Fluminense, só sendo muito alienando mesmo. Paciência.
Continuamos jogando sem meia de ligação (não confundir com meiões de chuteira). Ontem, só apareceu no segundo tempo, quando Morais voltou. E Arthur Maia continua com unha encravada. Paciência.
Talvez por isso, continuamos insistindo na fórmula de jogar com centro-avante (até dois!) esperando a bola chegar para marcar. Paciência.
A Alemanha já provou que o caminho pode ser outro, e o América, contra o Fluminense, confirmou isso. Paciência.
Que venham Náutico, Atlético Paranaense e Paraná.
Paciência tem limite!

19 de agosto de 2014

Lotar, vermelhar, retribuir

Estes os verbos que todo americano deve conjugar hoje á noite. O Dragão já ensaia voos mais altos, o time de OC - para desesperos dos franco-atiradores de plantão - mostra  que tem amplas condições lutar pela classificação à Série A e a torcida está feliz. Agora é conosco, hoje vamos lotar o Dunão, vermelhar as arquibancadas e retribuir nossos guerreiros com nossos cânticos e gritos de guerra. Hoje não tem desculpa, o horário é bom, estamos motivados, somos a maior torcida do RN e amamos o Mecão. Todos ao Dunão, né?

18 de agosto de 2014

Relata refero

Essa expressão - conto o que me contaram - deve seu sucesso à cativante estrutura que exime qualquer responsabilidade quanto ao que foi dito. Pois bem, li hoje no blog do ET que o queridíssimo professor Francisco de Assis caiu do ASA antes mesmo de levantar voo. Soube, contaram-me, que possivelmente tem Francisco pousando em Pium para substituir Zé. Sei não, relata refero, né?

16 de agosto de 2014

Ficou Icasa, foi?

Confiou em mim, foi?
Devia ter saído um pouquinho, viu mestre? Torcer com periquito dos outros, só dá nisso - Pimpão 2x0, né? 

SÓ PARA LEMBRAR

O salto alto foi um dos motivos do Fluminense cair de quatro, digo, de cinco, perante nós. Não vamos querer ser vítimas da mesma armadilha, não é?

Salto baixo e bola na rede

Goleamos em pleno Maracanã o todo poderoso Fluminense do RJ. Isso foi bom. Calamos a "briosa" local que, acanhada, curvou-se perante o Dragão e a mídia nacional. Isso foi ótimo. Enchemos nosso peito de orgulho, sangue de Dragão oxigenado  circulou a mil, mais vermelho que nunca, por nossas artérias. Isso foi maravilhoso. Acontece que tudo isso, embora histórico, desculpando a redundância, já faz parte do passado. Hoje o presente é o ICASA que tem os mesmos anseios e necessidades de vitória. Vamos pra cima deles, Dragão! Salto baixo e bola na rede é o que interessa, esqueçam o FLU, agora nosso foco é a Série B, né?

15 de agosto de 2014

A pérola do cabeção

Esta vem do grande filósofo Neném Big Head logo que leu no VP que o América fará treino de apronto hoje à tarde para o jogo contra o ICASA. 
 - O MECÃO vai trazer o Fluminense do RJ para treinar, é? Sei não, Neném, mas bem que poderia, né?

Para que serve pó-de-arroz

Ei, ei, lembra desta postagem, lembra? Pois é... Serviu não, né? O pó estava estragado, foi? Paciência, só serviu para afiar as garras do Dragão, né mestre Alien?

14 de agosto de 2014

DE ALMA LAVADA

Ontem o Brasil falou do América F.C. E falou bem. A goleada aplicada no Fluminense em pleno Maracanã foi histórica. O Brasil o assistiu incrédulo e boquiaberto a outro Maracanaço. Tão cedo viveremos algo parecido. Daqui a cinco, dez, vinte anos estaremos contando aos nossos filhos, com orgulho, a vitória heroica do Mecão que o habilitou a disputar a fase seguinte da Copa do Brasil de 2014. Deu gosto ver e ouvir as reportagens e os comentários da crônica esportiva nacional, enaltecendo este maiúsculo 5 x 2 que aplicamos no Fluminense. Não é todo dia e não é todo time que tem a competência demonstrada (dentro de campo) ontem pelos atletas alvirrubros. Não é todo mundo que tem o prazer e o orgulho de ser torcedor do América de Natal, O MAIOR E MELHOR REPRESENTANTE DO RIO GRANDE DO NORTE NO FUTEBOL NACIONAL.

Quer ver de novo, quer?


Então, tá, né?

Assim não dá, né?

FORA OLIVEIRA CANINDÉ, FORA FERNANDO HENRIQUE, FORA CLÉBER, FORA MARCELINHO, FORA MÁRCIO PASSOS, FORA VAL, FORA MAX, FORA ALFREDO, FORA PIMPÃO, FORA MEU PRESIDENTE GUSTAVO CARVALHO E DEMAIS ATLETAS DO MECÃO! Vocês estão matando a torcida adversária-de-preto do coração. Assim não dá, né?

ORGULHO DE SER AMERICANO

Desfalcado de
seus melhores nomes,
vindo de um revés dentro
de casa, GOLEAR o Fluminense,
terceiro colocado da Série A, candidato
a campeão do Brasileiro 2014, sem tapetão...

NÃO TEM PREÇO,
NÃO TEM PREÇO,
NÃO TEM PREÇO...

13 de agosto de 2014

Otimista

As letrinhas com um "OXO" empata em casa com o vice-lanterna da Série B e o técnico - que adoro - afirma que seu time é bom, apenas está pecando dentro de casa, está tranquilo, equilibrado e vai brigar para subir. Otimista, né?

11 de agosto de 2014

De capote

Raramente entro neste assunto de quem tem a maior torcida, contra fatos não há argumento, mas... Comparando os dois recentes jogos contra os times cariocas, resta claro que eles tem a maior torcida, os números comprovaram. Realmente, por aqui, o Vasco tem mais torcida que o Fluminense! Pensava que eu estava falando das letrinhas, foi? Isto nem discuto, a torcida do América dá de capote na do time da cartilha, né?

9 de agosto de 2014

América perde em Varginha

Aí acima a explicação para este apagão do Mecão. Coisa de ET, né?

Faltou equilíbrio, foi?

Agora é levantar, sacudir a poeira, recolher a tromba e dá a volta por cima viu? Faltou equilíbrio, foi? Tem que treinar mais, né?

(DES) EQUILIBRANDO AS LETRINHAS...

 
QUATRO PEIAS SEGUIDAS. Assim já tá demais.
"Será que tem chance de reverter no TAPETÃO?"

8 de agosto de 2014

QUEM NÃO TEM FUTEBOL, PARA NÃO FICAR NA MÃO...



CAÇA MESMO É COM O TAPETÃO

Às lágrimas

Confesso que chorei ao ler o comovente apelo do comentarista lá de baixo, pedindo encarecidamente aos torcedores do seu time de coração para afluírem sábado ao Dunão. Só faltou o pelo amor de Deus para completar o habitual até porque. Às lágrimas de tanto rir, né?

Equilibrio

"Zé Teodoro quer seu time equilibrado" - deu no blog lá de baixo. Pois bem... Nosso correspondente de Pium enviou o registro fotográfico do treinamento de equilíbrio que substituirá o não menos famoso bunda-na-parede. Na corda bamba, né?

7 de agosto de 2014

QUE VENHA O MARACANÃ

Não foi nenhum desastre perder para o vice-líder da Série A, com seu time caro de grandes estrelas. Jogamos desfalcados. Fomos obrigados a improvisar e a colocar jogadores sem ritmo de jogo. Não havia o famoso entrosamento tão necessário em um esporte como o futebol. Mesmo assim, não nos acovardamos. Lutamos com as armas que tínhamos até o minuto final de jogo. A torcida fez sua parte (a Polícia nem tanto) e está de parabéns. Vinte e cinco mil torcedores lotaram o Arena das Dunas numa quarta-feira, em jogo das dez da noite. Mas não foi suficiente. Futebol tem lógica, futebol tem matemática, futebol tem favorito (a Alemanha que o diga). Não podemos fugir disso. Mas futebol também tem zebra. Quem sabe...

P.S. Anormal é perder do Novo Haburguino Football Association, do interior, do interior, do interior não sei de onde e ter que se valer do tapetão para sobreviver.

6 de agosto de 2014

NA ÚLTIMA VEZ GANHAMOS DELES LÁ NO MARACANÃ. PODEMOS FAZER BONITO AQUI TAMBÉM

Que o adversário é o favorito, ninguém duvida; Que eles têm Fred, Conca, Gum e Cia Ltda, todos sabemos. Mas o América terá onze guerreiros dentro de campo que poderão fazer história logo mais à noite.

É nossa obrigação comparecer e ajudar a América a avançar nesta competição. Afinal, não entramos apenas para fazer número. E pelos critérios apenas técnicos e futebolísticos, nesse momento, somos o único representante do Estado na Copa do Brasil.

Temos que somar aos onze do campo e formar um exército de milhares de guerreiros nas arquibancadas incentivando o Dragão.

Ou será que vamos deixar que torcedores mais sofridos, campeões do tapetão, fantasiados de torcedores do Fluminense, façam mais barulho que nós?

Isso não!

5 de agosto de 2014

Por que não?

Vencer o Fluminense, por que não? Armar um esquema respeitando a superioridade de um time de Série A, mas nunca abdicando de jogar para ganhar. Bunda na parede é coisa de elefantinho não combina com Dragão. Estaremos lá, o nosso grito de incentivo deverá ecoar no Arenão e nos corações de cada um guerreiro americano que estiver em campo a defender nosso escudo. Podemos e faremos a diferença vermelhando o estádio de Lagoa Nova, né?

4 de agosto de 2014

Na unha

ARENA AMÉRICA
A indelével leveza do ter...
Este história acontece aqui no Rio Grande do Norte e já atravessa dois longos anos de árdua luta de uma torcida. Narra amores, marchas, contra-marchas, sonhos, frustrações e, acima de tudo, orgulho de toda uma nação americana que constrói "na unha" seu próprio estádio. Esta foto, se não a mais bela, é para mim a mais significante, né?

3 de agosto de 2014

A primeira visita ninguém esquece





Sábado, por iniciativa do ex-presidente Roberto Bezerra, tivemos a primeira visita oficial da torcida americana às obras da Arena América. Indescritível a emoção de todos - inclusive daqueles que fazem parte da comissão de construção. Informação, prestação de contas e confraternização se misturaram a peitos estufados de orgulho e sorrisos escancarados no rostos. Uma festa rubra, um engajamento de mais guerreiros vermelhos à trincheira da Arena América, né? 

2 de agosto de 2014

DEPENDENDO DO PONTO DE VISTA...

Para nós, não estava nos planos. Por outro lado, 1 X 0 até que foi um bom resultado, se pensarmos em termos do xará das Minas Gerais. Não avançamos na tabela mas ainda continuamos na frente do paquiderme, rei do tapetão. Agora, é bola prá frente: o Flu que se cuide!

1 de agosto de 2014

OBRIGAÇÃO DE COMPARECER

Somos o sétimo colocado na Série B a apenas 3 pontos do vice-líder. A partida será no sábado, à tarde, no Arena das Dunas. O adversário trará torcida para Natal para fazer mais barulho do que nós. Portanto, a torcida americana não pode falhar. É para ir e levar mulher, marido, namorado, namorada, amigo, amiga e quem mais quiser. Vamos pintar o Arena de vermelho e mostrar que quem manda aqui somos nós.